Presidente do Conselho de Arbitragem foi ouvido na PJ

O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), José Fontelas Gomes, foi esta quarta-feira ouvido na Polícia Judiciária.

Segundo o jornal online Observador, o responsável federativo pediu para ser ouvido pelas autoridades na sequência de uma publicação do empresário César Boaventura nas redes sociais, na véspera do encontro entre o FC Porto e o Marítimo, na qual anunciava que João Capela seria o árbitro escolhido, algo que se veio a confirmar.

"Só um aviso. João Capela arbitra o jogo do Porto amanhã. Depois do roubo na Luz vem mais um escândalo. Por isso andam a marrar no meu manto mas levam é tourada!", escreveu o agente na sua página de Facebook.

Ler mais »

Fontelas Gomes ouvido na PJ

Em causa estará o facto de César Boaventura ter revelado qual seria o árbitro do jogo do FC Porto-Marítimo na véspera de serem conhecidas as nomeações

Ler mais »

Enrique Sanz mantém "sorte" em Portugal e é o primeiro líder da Volta ao Alentejo

O espanhol Enrique Sanz somou hoje a segunda vitória em Portugal em oito meses e tornou-se o primeiro camisola amarela da Volta ao Alentejo em bicicleta, após ter sido o mais forte na etapa inaugural.

No final dos 208,1 quilómetros entre Montemor-o-Velho e Moura, Sanz repetiu o triunfo conseguido na sétima etapa da última Volta a Portugal, no Alto de Santa Luzia, somando o terceiro triunfo na carreira ? o outro aconteceu em 2011, na Volta à Comunidade Valenciana.

?No ano passado, também ganhei na Volta a Portugal. [Portugal] Dá-me sorte. São chegadas bonitas e que são boas para mim. Estivemos muito bem e felizmente pudemos ganhar. Outras vezes fizemos segundo ou terceiro e, se calhar, até trabalhámos melhor?, disse Sanz, no final da etapa mais longa da ?Alentejana?.

O basco, de 29 anos, concluiu a etapa em 5:06.43 horas, à frente do português Luís Mendonça (Rádio Popular-Boavista), vencedor da ?Alentejana? em 2018, e do espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano), segundo e terceiro, respetivamente.

Para quinta-feira, na ligação entre Mértola e Odemira (182,8 quilómetros), Sanz lembra que ?cada dia é uma oportunidade?, pelo que quer ?continuar a ganhar?.

O ?sprint?, em subida, acabou por beneficiar Sanz, tal como tinha acontecido em Viana do Castelo, com Luís Mendonça a mostrar-se recuperado da fratura na mão direita, sofrida na Volta ao Algarve, e intrometeu-se na luta da vitória, para recuperar a amarela que vestiu na temporada passada.

?Eu fisicamente sinto-me muito bem. Sabia que estava muito bem e, se as dores na mão não me traíssem [fraturou um osso na Volta ao Algarve], eu sabia que ia estar bem. (?) Estava muito a acreditar na vitória, mas segundo é muito bom e isto abriu-me expectativas para estar de novo na luta pela Volta ao Alentejo?, assumiu o ?axadrezado?.

A ação na etapa começou bem mais cedo e logo ao quinto quilómetro quatro ciclistas saíram do pelotão, com o espanhol Antonio Soto (Euskadi) e o neozelandês James Fouché (Team Wiggins) a ?despacharem? pouco depois os portugueses Pedro Pinto (Miranda-Mortágua) e David Ribeiro (LA Alumínios).

A dupla chegou a ter 7.10 minutos de vantagem, mas Soto, após passar em primeiro na única contagem de montanha do dia, deixou o campeão neozelandês sozinho na frente, que aguentou até aos últimos 40 quilómetros antes de ser absorvido pelo pelotão, comandado pela Euskadi-Murias, que teve o apoio da W52-FC Porto e da Sporting-Tavira.

A equipa basca levou o pelotão compacto até Moura, para Sanz ? agradeceu o trabalho ?perfeito? ? vencer e subir ao pódio para vestir as camisolas amarela (liderança) e preta (pontos).

À exceção de Luís Mendonça, o melhor português, o pódio foi dominado pelas duas equipas bascas, com a Euskadi-Murias a ser a melhor equipa, Antonio Soto (Euskadi) a liderar a montanha e o colombiano Sergio Higuita, seu companheiro de equipa, a juventude.

A primeira etapa da ?Alentejana? ficou ainda marcada por duas quedas, que partiram o pelotão, além de terem obrigado o espanhol Mikel Alonso (Euskadi) a desistir.

Ler mais »

Futebol/Angola: Seleção nacional parte confiante para Gaberone

O jogo está marcado para as 17h00 e será referente à última jornada do Grupo I, razão pela qual os Palancas Negras seguiram com sete avançados, oito defesas, quatro médios e três guarda-redes, como prova da vontade em ganhar, constatou a Angop no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro.

Momentos antes da viagem era visível o entusiasmo, a descontração, a alegria e confiança entre os comandados de Srdjan Vasiljevic que ainda tiveram tempo de interagir com alguns adeptos.

Em breves declarações à imprensa, o técnico-adjunto Love Cabungula disse que o grupo está optimista e coeso, sem qualquer problema de ordem clínica, disposto a encarar o jogo como uma final, visto que a qualificação depende exclusivamente da própria seleção nacional.

Para este ?confronto? contra as Zebras (designação oficial da selecção do Botswana), Tony Cabaça (1º de Agosto), Landu (Interclube) e JB (Kabuscorp) são os eleitos para manter inviolável a baliza de Angola, que viajou com o capitão Mateus Galiano como ?observador?.

Além destes, seguiram igualmente viagem os defesas: Eddie Afonso, Wilson, (Petro de Luanda), Dany Massunguna, Paizo, Isaac (1º de Agosto), Bastos (Lazio de Itália), Jonathan Buatu (Rio Ave) e Clinton da Mata (Club Brugge da Bélgica).

O meio campo poderá ser assegurado por Herenilson (Petro de Luanda), Show, Macaia (1º de Agosto) e Stélvio Cruz  (F91 Dudelange da Holanda).

Enquanto isso, entre os avançados destacam-se Mabululu (1º de Agosto), Geraldo (Al -Ahly do Egipto), Wilson Eduardo (Sporting de Braga), Igor Vetokele (Charlton Athletic da Inglaterra), Djalma Campos (Alanyaspor da Turquia), Freddy (Antályasport da Turquia) e Chico (Bravos do Maquis).

Ficaram de fora Job, Mira, Tó Carneiro (Petro de Luanda), Ndulo (Desportivo da Huíla), Mano Kalésso e Das FAA (Inter Club). Paradoxalmente, embora castigado com dois amarelos, Mateus Galiano viajou com o grupo para, segundo Love Cabungula, motivá-lo e transmitir a sua vasta experiência.

Os angolanos ocupam a segunda posição do grupo, com nove pontos, contra um dos tswaneses. Os mauritanianos, já apurados, são líderes, com doze pontos, ao passo que o Burkina Faso é terceiro, com sete.

Angola já participou nos CAN de 1996 (África do Sul), 1998 (Burkina Faso), 2006 (Egipto), 2008 (Ghana), 2010 (Angola), 2012 (Gabão e Guiné Equatorial), 2013 (África do Sul). Falhou as últimas duas edições: Em 2015 (Guine Equatorial) e 2017 (Gabão).

Ler mais »

Futebol/Angola: África do Sul já em Luanda

Segundo constatou a Angop no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, para o desafio de sexta-feira, às 16h00, no Estádio 11 de Novembro, os Bafana-Bafana (designação oficial da selecção sul-africana) vieram a Angola numa delegação de 37 elementos, entre os quais 22 jogadores.

A comitiva, que integra igualmente a equipa técnica, membros federativos e jornalistas, vai hospedar-se no Hotel Belo Mar, no município de Belas.

O seleccionador David Notoane chamou os seguintes atletas para esta partida:

Guarda-redes: Darren JOHNSON (Ajax Cape Town), Khulekani KUBHEKA (Cabo Umoya FC), Andile MBANJWANA (Richards Bay FC)

Defesas: Thendo MUKUMELO (Ajax da Cidade do Cabo), Keanu CUPIDO (Cidade do Cabo FC), Siyabonga NGEZANA (FC Kaizer Chiefs), Kabelo SERIBA (FC Metta, LETÓNIA), Katlego MOHAMME (Supersport United), Sandile MTHETHWA (FC Richards Bay), Bongani SAM (Bloemfontein Celtic)

Médios: Teboho MOKOENA (Supersport United), Athenkosi DLALA (Supersport United), Tercious MALEPE (C) (Chippa United), Gift LINKS (Cidade do Cabo FC), Kamohelo MAHLATSI (Supersport United), Grant MARGEMAN (Cidade do Cabo de Ajax), Jamie WEBBER ( Supersport United), Thabo CELE (Cova da Piedade FC, PORTUGAL)

Avançados: Luther SINGH (GD Chaves FC, PORTUGAL), Phakamani MAHLAMBI (Sundowns), Lyle FOSTER (AS Monaco FC, FRANÇA), Jemondre DICKENS (Baroka FC), Keletso MAKGALWA (Sundowns), Khanyisa MAYO (Royals Eagles FC)

Os sul-africanos estiveram isentos na fase anterior, enquanto os angolanos beneficiaram da desistência da Namíbia por dificuldades financeiras.

A decorrer no Egipto de 8 a 22 de Novembro, o Campeonato Africano das Nações em sub-23 será qualificativo aos Jogos Olímpicos de 2020, no Japão.

O regresso dos sul-africanos está previsto para o dia 23 (sábado), enquanto a segunda-mão jogar-se-á no dia 26 deste mesmo mês de Março, em Joanesburgo.

Ler mais »

Tiago Sá e a chamada de Dyego Sousa à seleção: "Representa-nos a todos"

A chamada de Dyego Sousa à seleção de Portugal enche de orgulho o plantel do Sporting de Braga. Quem o garantiu foi o guarda-redes Tiago Sá numa visita à Escola Básica de Esporões.

"Foi uma felicidade no balneário, ele representa-nos a todos. É um sinal das coisas bem feitas pela equipa, acaba por ser a valorização do que temos feito e é mais uma prova do crescimento do clube", começou por dizer o guardião.

"Estamos cada vez mais próximos dos três grandes, as classificações demonstram-no. O objetivo é fazer melhor do que no ano passado. Estamos a conseguir fazer isso, ficando mais acima é muito bom", continuou.

O guarda-redes bracarense mostrou-se ainda confiante para os próximos dois jogos com o FC Porto, um para o campeonato e outro para a Taça de Portugal.

"No Braga nunca desistimos, não há impossíveis, mas por agora estamos focados no jogo do campeonato. Vamos focarmo-nos nas oito finais e entrar sempre para ganhar os três pontos", finalizou.

Ler mais »

Diogo Leite diz que título mundial é desejo dos sub-20 para a Polónia

O defesa central Diogo Leite disse hoje que a seleção portuguesa de futebol de sub-20 tem o desejo de ser campeã mundial e que irá perseguir esse objetivo ?passo a passo, jogo a jogo, devagarinho?.

?Já nos conhecemos desde a seleção de sub-15. Somos um grupo muito unido e esta união faz com que façamos coisas muito grandes?, disse o jogador do FC Porto, citado pelos canais de comunicação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Portugal vai defrontar a Alemanha na sexta-feira, em Sandhausen, e no dia 26 de março recebe a Inglaterra, em Penafiel, em dois jogos particulares inseridos na preparação para o Mundial2019, a decorrer na Polónia, entre 23 de maio e 15 de junho.

?É uma fase de preparação com jogos difíceis e complicados, mas vamos fazer tudo para sairmos vitoriosos nos dois?, disse o defesa central, de 20 anos.

Portugal está inserido no Grupo F do Mundial de 2019, juntamente com as seleções da Coreia do Sul, Argentina e África do Sul.

A seleção portuguesa estreia-se em 25 de maio, contra os sul-coreanos, seguindo-se os embates com os argentinos, em 28, e sul-africanos, em 31, no encerramento da fase de grupos.

Ler mais »